Últimas Notícias

Leia as principais notícias da Federação das Indústrias do Estado de Roraima e saiba mais sobre as ações que fomentam o empresariado do segmento industrial no Estado.

Julho de 2013
FIER promove oficina de elaboração de Projetos dos Prêmios Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de empreendedorismo consciente

30 de julho de 2013

A Federação das Indústrias do Estado de Roraima – FIER realiza de 5 a 8 de agosto, a oficina para elaboração de projetos dos Prêmios Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente. A ação acontece na sala de treinamento da FIER, das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30.O público-alvo são pessoas interessadas em inscrever projetos nos prêmios. Serão oferecidas 30 vagas com o objetivo de contribuir para a qualidade dos projetos inscritos. A técnica operacional Valéria Hendges destacou entre os assuntos abordados, a temática sob a qual o projeto deverá ser inscrito, descrição dos projetos e elaboração de um projeto de interesse para a Amazônia. “Serão apresentados cases de projetos contemplados no ano de 2012 para que os participantes conheçam um pouco mais sobre os projetos vencedores. Será uma ação muito proveitosa para as pessoas ou instituições que desejam se inscrever nos Prêmios”, frisou. A Universidade Federal de Roraima é parceira da FIER na realização da oficina que será ministrada pelo Professor Doutor Roberto Ramos. As inscrições podem ser feitas pelos telefones 4009-5351/5352, pelo e-mail: cpas@fier.org.br ou no dia do evento. Prêmio - Instituído em 2004, o Projeto Professor Samuel Benchimol é uma iniciativa do Governo Federal, promovida pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio exterior - MDIC e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com outras entidades como a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), o Banco da Amazônia e as Federações das Indústrias da Região Norte e também é realizado simultaneamente com o Prêmio Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente desde 2009. Podem participar instituições de representação empresarial, sindical ou profissional, universidades ou instituições de pesquisas sediadas no País ou no exterior, instituições públicas e privadas com atuação no desenvolvimento sustentável da Amazônia, além de instituições que tenham como objetivo promover o desenvolvimento regional, nacional ou internacional, empresas públicas ou privadas com investimentos na região e autônomos com atividades referentes à Amazônia.Inscrições - As inscrições estão abertas e seguem até o dia 28 de agosto. O valor total da premiação para cada categoria será de R$ 65.000,00 (sessenta e cinco mil reais). A solenidade de premiação está prevista para o dia 22 de novembro. Mais informações no site www.amazonia.mdic.gov.br.

FIER divulga Balança Comercial do mês de Junho

30 de julho de 2013

A Federação das Indústrias do Estado de Roraima (FIER), por meio do seu Centro Internacional de Negócios (CIN) divulgou nesta terça-feira (30) os resultados da balança comercial roraimense referente ao mês de junho.Após um déficit na balança comercial no mês de maio de 2013, o mês de junho registrou superávit de US$ 714.712 mil, mantendo a tendência registrada no mesmo período de 2012. Desde janeiro, foram registrados déficits de (-US$ 54.361 mil/Jan) e (-US$ 280.266 mil/fev); um superávit em março (US$ 875.480) e novos déficits nos meses de abril (-US$ 98) e maio (-US$ 230.442) deste ano.Foram exportados, em junho, um total de US$ 1.014.583 mi. A madeira, com participação de 54,70%, permanece em primeiro lugar desde abril de 2012. Houve um acréscimo de 34% em volume exportado deste item, se comparada sua participação de maio para junho (de US$ 368.127 mil para US$ 555.228 mil).Um fato interessante é a volta do couro à segunda colocação no ranking de exportações, com 25,10%, apesar do crescimento da madeira em volume exportado. O couro vem com volume de exportações no valor de US$ 254.787, bem superior se comparado ao mês de maio, onde este nem aparecia entre os três primeiros produtos exportados. Ultrapassou, assim, a soja que teve queda nas exportações, caindo da 2ª para 3ª posição.As importações no mês de junho foram de US$ 299.871 mil, frente aos US$ 458 mil registrados em junho de 2012. Uma queda de 35% ou US$ 158.129 mil, seguindo a tendência que se mantém desde 2011 (de 2011 para 2012 foi de -53%).Os produtos que permanecem com maior volume de importações no Estado são os equipamentos de informática e acessórios, com US$ 141.157 mil, ou 47,05% do total das importações, logo à frente de produtos cerâmicos, com US$ 80.915 mil (26,97%) neste mês.Os principais destinos das exportações roraimenses foram a Venezuela, a Itália e a Holanda.

Prêmio FIER de RedaçãoConstituída a comissão que julgará as redações do certame

23 de julho de 2013

O Gerente Técnico da Federação das Indústrias de Roraima – FIER, Ivo Gallindo se reuniu na segunda-feira (22), com representantes de quatro das cinco instituições escolhidas para constituir a comissão julgadora do Prêmio FIER de Redação.Foram escolhidos dois profissionais com formação em letras da Universidade Estadual de Roraima (UERR) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR), além de um economista da Universidade Federal de Roraima (UFRR), um jornalista da Faculdade Estácio Atual e um profissional do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).Ivo explicou que estas instituições foram escolhidas pelo reconhecimento que tem frente à sociedade e pelas particularidades dos cursos que possuem. “Nós observamos a formação dos profissionais para que tivessem um olhar técnico de acordo com a área de atuação. Eles terão um olhar especial na avaliação e com certeza escolherão a melhor redação de acordo com os requisitos estabelecidos no regulamento”, completou.Os membros da comissão receberam o kit com o regulamento, critérios para julgamento e as cópias das redações inscritas. O próximo encontro acontece no dia sete de agosto, às 15h na FIER para a tabulação dos dados e conhecimento dos vencedores. Oitenta instituições entre públicas e privadas receberam os kits de inscrição para o Prêmio. A Federação espera ampliar esse número em uma próxima edição, com o aperfeiçoamento da logística, além da extensão do Prêmio para o ensino superior.A professora do curso de Letras da UERR e membro do Conselho Estadual de Educação Nildete Melo destacou que é fundamental o prêmio para os alunos pelo fato de os principais problemas de limitação de aprendizagem estão relacionados diretamente com a escrita. “A iniciativa de incentivar os alunos a exercitarem a escrita será de grande valia no futuro para que conheçam também a realidade da indústria do Estado de Roraima”, frisou.Prêmio – Foi lançado no mês de abril e a solenidade de premiação acontecerá no dia 12 de agosto às 19h no auditório do CET-SESI. O prêmio FIER de Redação tem o intuito de incentivar a apresentação de redações voltadas à importância que a indústria proporciona aos cidadãos roraimenses e também despertar nos estudantes de escolas públicas e privadas o interesse em conhecer a indústria roraimense, incentivando nos jovens a reflexão sobre os benefícios que pode proporcionar ao mercado local e ainda despertar o espírito empreendedor e interesse por diferentes oportunidades profissionais.Ao todo foram inscritas 28 redações no ensino fundamental em 16 escolas e 15 redações de 9 escolas no ensino médio. A premiação para o ensino fundamental será: 1º colocado - Tablet e Troféu; 2º colocado - Netbook e Troféu. Para o ensino médio os prêmios serão: 1º colocado - Ipad eTroféu, 2º colocado - Notebook e Troféu. As escolas de origem dos trabalhos vencedores receberão troféu, um kit esportivo e de leitura, para auxiliar e estimular no desenvolvimento das suas atividades.

Empresas industriais contarão com mais facilidades na hora de emitir notas, alvarás e habite-se

11 de julho de 2013

As dificuldades dos empresários industriais na emissão de documentos como alvarás, habite-se e notas constituiu-se em uma demanda do Conselho Temático da Micro e Pequena Empresa, Economia e Política Industrial – COMPI em sua última reunião que contou com a presença do Secretário Municipal de Economia, Planejamento e Finanças Marcio Vinicius de Souza Almeida.Na ocasião, foram apresentadas pelo Secretário ações de desburocratização para a emissão do habite-se, notas e dos alvarás de funcionamento.A partir de agora, ficará mais fácil dar entrada no processo de emissão por meio de um sistema informatizado para a tramitação dos processos, realizado pela Prefeitura. O Secretário Márcio de Souza Almeida destacou que com o novo sistema, que deve funcionar no segundo semestre, os empresários industriais terão mais facilidade na hora de obter informações.“Nós estamos estudando uma normatização que será disponibilizada ainda neste semestre para fornecer orientações de como proceder na hora da entrega da documentação e acompanhamento do processo. As informações serão concentradas em um só lugar, o que dará celeridade na tramitação, que antes demorava em torno de seis meses e agora terá seu tempo reduzido para um mês”, completou.Notas de Serviços – O Secretário explanou também sobre as notas de serviços avulsas, que poderão ser emitidas através do site. Não será mais necessário o contribuinte se dirigir até a Prefeitura para fazer a emissão das notas e a novidade é que os empreendedores individuais poderão realizar o serviço. Basta entrar no site, emitir o boleto, realizar o pagamento e no prazo máximo de 48h. Essa alteração no sistema está prevista para funcionar ainda neste semestre. SAIBA MAISHabite-se O habite-se é um documento que atesta que o imóvel foi construído seguindo as exigências estabelecidas pela Prefeitura de acordo com a legislação local para a aprovação de projetos. Sem ele, não há a possibilidade da emissão do Alvará de funcionamento. Alvará O alvará é um documento ou declaração que garante a autorização de funcionamento para qualquer tipo de empresa e também para a realização de eventos.Fique atento para os seguintes itens:Imóveis que não têm a certidão do habite-se perdem o valor na hora da venda, pois estão na condição de irregulares perante a prefeitura;Contas de água, luz e telefone não significam que o imóvel esteja regularizado junto à prefeitura. Significa apenas que as exigências estabelecidas pelas concessionárias destes serviços foram atendidas;Carnês de IPTU também não significam que o imóvel esteja regularizado. Muitas prefeituras elaboram o cadastro das construções irregulares somente com o objetivo de arrecadarem impostos;Prédios residenciais ou comerciais não podem constituir condomínio legal, não sendo possível o estabelecimento de uma convenção que ampare os usuários e defina o rateio das despesas que são comuns;Entidades que financiam a compra de imóveis exigem a certidão do habite-se para que o empréstimo seja concedido;Estabelecimentos comerciais que não possuem a certidão do habite-se, não recebem alvará definitivo para funcionamento legal, tornando difícil a venda ou aluguel dos mesmos;Para a averbação (registro) do imóvel no Registro Geral de Imóveis, é necessária a certidão do habite-se.

Encerramento do Procompi Gráfico

10 de julho de 2013

Na última quinta feira (11) o Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado de Roraima – SINDIGRAF encerrou a primeira etapa do Procompi Gráfico – Projeto de Desenvolvimento Empresarial e Inovação das Indústrias Gráficas do Estado de Roraima, criado com o objetivo de estruturar e desenvolver as micros e pequenas indústrias do estado, promovendo ações de investimentos de inovação tecnológica e qualificação profissional, tornando a indústria gráfica mais competitiva de forma rentável e sustentável, em prol do aumento da oferta de produtos e serviços qualificados e disponíveis nos grandes centros do país. O evento aconteceu no auditório da FIER. A primeira etapa do projeto teve duração de 1 ano, e ao todo 15 micros e pequenas indústrias, associadas ou não ao SINDIGRAF, foram beneficiadas com palestras, cursos, visitações a feiras relacionadas ao setor, pesquisa de avaliação contínua de resultados e ainda um diagnóstico do segmento gráfico no estado. Durante 1 ano de trabalho o PROCOMPI conseguiu elevar para 100% o número de empresas associadas ao Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado de Roraima, aumentar a lucratividade das empresas em 15% e a produtividade em 10% e qualificar cerca de 30 profissionais em novas ferramentas de produção e criação gráfica, com cursos gratuitos. No encerramento do programa, foram apresentados os resultados das ações, o Diagnóstico Mercadológico do Setor Gráfico em Roraima, os resultados finais da Pesquisa de avaliação continua, entrega dos certificados do curso Abobe Illustrator CS e a apresentada a Segunda etapa do Procompi Gráfico. O Procompi é uma parceria da CNI, FIER, SEBRAE NACIONAL, SEBRAE/RR e SINDIGRAF/RR.

Encerramento do Procompi Gráfico

10 de julho de 2013

Na última quinta feira (11) o Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado de Roraima – SINDIGRAF encerrou a primeira etapa do Procompi Gráfico – Projeto de Desenvolvimento Empresarial e Inovação das Indústrias Gráficas do Estado de Roraima, criado com o objetivo de estruturar e desenvolver as micros e pequenas indústrias do estado, promovendo ações de investimentos de inovação tecnológica e qualificação profissional, tornando a indústria gráfica mais competitiva de forma rentável e sustentável, em prol do aumento da oferta de produtos e serviços qualificados e disponíveis nos grandes centros do país. O evento aconteceu no auditório da FIER. A primeira etapa do projeto teve duração de 1 ano, e ao todo 15 micros e pequenas indústrias, associadas ou não ao SINDIGRAF, foram beneficiadas com palestras, cursos, visitações a feiras relacionadas ao setor, pesquisa de avaliação contínua de resultados e ainda um diagnóstico do segmento gráfico no estado. Durante 1 ano de trabalho o PROCOMPI conseguiu elevar para 100% o número de empresas associadas ao Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado de Roraima, aumentar a lucratividade das empresas em 15% e a produtividade em 10% e qualificar cerca de 30 profissionais em novas ferramentas de produção e criação gráfica, com cursos gratuitos. No encerramento do programa, foram apresentados os resultados das ações, o Diagnóstico Mercadológico do Setor Gráfico em Roraima, os resultados finais da Pesquisa de avaliação continua, entrega dos certificados do curso Abobe Illustrator CS e a apresentada a Segunda etapa do Procompi Gráfico. O Procompi é uma parceria da CNI, FIER, SEBRAE NACIONAL, SEBRAE/RR e SINDIGRAF/RR.

Regime tributário é tema de capacitação na FIER

04 de julho de 2013

A Federação das Indústrias do Estado de Roraima – FIER, em parceria com a Confederação Nacional das Indústrias – CNI, por meio do Programa de Desenvolvimento Associativo – PDA realizou na quinta-feira (4), o curso Como pagar menos tributos.Voltada a empresários e gestores de áreas administrativas e financeiras de empresas industriais, o curso teve duração de oito horas e abordou temas como o sistema tributário brasileiro; regimes tributários: lucro real, presumido e Simples Nacional; regras de escolha; apuração de tributos e ação da indústria para a competitividade.A facilitadora do curso foi a consultora do SEBRAE na área de finanças e consultoria tributária, Lucilene Faria Rosa, Mestranda em Ciências contábeis pela PUC/SP, especialista em Auditoria externa pela UFMG; em Direito Empresarial pela Faculdade de Direito do Sul de Minas e em Qualidade e Produtividade em Engenharia de Produção pela UNIFEI.De acordo com Lucilene uma das propostas do curso é mostrar como a complexidade dos regimes e as altas cargas tributárias comprometem a competitividade da Indústria. “Buscamos estimular a atuação dos empresários, por meio do Sistema de Representação da Indústria a alterar essa realidade. Uma das maneiras mais simples é por meio do associativismo”, disse.O Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA) é uma iniciativa da CNI em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Roraima que oferece diversos produtos, serviços e ferramentas para estimular associativismo, aumentar a representatividade e sustentabilidade financeira dos sindicatos.

Conselhos Temáticos da Micro e Pequena Empresa e de Relações Trabalhistas e Responsabilidade Social realizam terceira reunião ordinária

03 de julho de 2013

Os membros do Conselho Temático de Relações Trabalhistas e Responsabilidade Social – CTRTRS e da Micro e Pequena Empresa, Economia e Política Industrial – COMPI, se reuniram nesta terça-feira (2), para a terceira reunião ordinária de cada conselho em 2013.Na pauta de discussões do CTRTRS, a apresentação da atualização do status do plano de ação 2013 e propostas de execução. Foi apresentada a avaliação sobre a Qualidade de Vida do trabalhador da Indústria em Roraima, dados do ano de 2010, pela Gestora de Relações com o mercado, Débora Arraes.Houve também o espaço para a apresentação sobre o cenário do trabalho infantil, bem como a inclusão de deficientes físicos no mercado de trabalho local, feita pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/RR).Na reunião do COMPI, o Secretário Municipal de Planejamento, Economia e Finanças Marcio Vinícios de Souza Almeida realizou uma explanação sobre as ações que estão sendo implementadas visando a desburocratização para a agilização da concessão de alvarás de regularização das empresas e o Habite-se de imóveis. Essas ações fazem parte das Políticas Públicas de incentivo a expansão dos pequenos empreendimentos.Após a apresentação do Secretário Marcio, os membros do Conselho deliberaram sobre a carta encaminhada à SUFRAMA para a liberação de recursos relativos ao projeto que propõe sobre a revitalização do Distrito Industrial.Entre as demais deliberações, a divulgação do Prêmio Samuel Benchimol e Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente, lançamento da Cartilha de Resíduos, bem como do Catálogo de jóias e gemas, ambos do Procompi Mineral.

Mais notícias FIER para você...

2014

2013

Av. Benjamin Constant, 876 Centro - CEP 69 301 020
Boa Vista - Roraima
Email: gab.fierr@sesi.org.br
Site: www.fier.org.br
Tel: (95) 4009 5367
Fax.: (95) 3224 1557

Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 3710 -Aeroporto - CEP 69 310 005

Boa Vista - Roraima

Email: falecom.rr@sesi.org.br

Site: www.sesirr.org.brTel: (95) 4009-1848Fax.: (95) 4009-1805

Av. dos Imigrantes, 399

Asa Branca - CEP 69 312 296 Boa Vista - Roraima

Email: senai@rr.senai.br

Site: www.rr.senai.br

Tel: (95) 2121 5050

Fax.: (95) 2121 5081

Av. Capitão Júlio Bezerra, 363
Centro - CEP 69 301 410
Boa Vista - Roraima
Email: sec@ielrr.org.br
Site: www.ielrr.org.br
Tel: (95) 3621 3570
Fax.: (95) 3624 7320

© 2013 Sistema Indústria Roraima - FIER