FIER participa de audiência pública na Assembleia Legislativa para discutir política de desenvolvimento industrial estadual

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

Representada pela presidente Izabel Itikawa, a Federação das Indústrias do Estado de Roraima -  FIER participou no dia 9 de dezembro de uma audiência pública no Plenário da Assembleia Legislativa de Roraima. A pauta foi o Plano de Desenvolvimento Industrial do Estado em evento realizado de forma híbrida, sendo presencial e transmitido ao vivo pela TV Assembleia e páginas do Legislativo no Facebook e Youtube. A mesa de discussão foi comandada pela deputada estadual Ângela Portela (PP) e estiveram no plenário empresários locais, representantes de classe, da Fecomércio, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Roraima (Faerr), SEBRAE, além de conselheiros e representantes da FIER.

 

Apresentado pelo secretário de Desenvolvimento e Planejamento (SEPLAN), Emerson Baú, o Plano de Desenvolvimento da Indústria do Estado de Roraima faz parte do projeto Roraima 2030. Conforme o secretário, o projeto é dividido em sete grandes eixos de atuação. São eles: gestão e Economia, Infraestrutura, Desenvolvimento Sustentável, Saúde, Educação, Segurança e Bem-Estar. Em sua apresentação, o secretário da SEPLAN observou a parceria com a FIER no desenvolvimento do plano. “A FIER vem trabalhando no plano de desenvolvimento industrial desde 1995, sendo atualizado a cada cinco anos, mas ele nunca foi objetivamente visto e trabalhado por uma gestão pública. Quando tivemos a oportunidade, convidamos a FIER para trazer esse plano para dentro do projeto, pois a indústria é um setor estratégico. Assim o Plano de Desenvolvimento da Indústria do Estado de Roraima é concebido dentro da Casa da Indústria. Toda a sua base junto com o eixo de desenvolvimento sustentável veio de fato do setor industrial, da FIER”, comenta Emerson.

 

Entre os objetivos e planos estão o impulsionamento econômico e ambiental criando um ambiente positivo e seguro para implementar e fortalecer os negócios no Estado com base na sustentabilidade, o fortalecimento dos setores produtivos estratégicos como criação do plano de desenvolvimento industrial, do turismo, fortalecimento do setor comercial e de serviços, além da conexão com mercados globais oferecendo condições necessárias para melhorar a competitividade dos serviços e produtos roraimenses e o acesso aos mercados externos. Desta maneira, Emerson destacou a necessidade de pensar Roraima por meio de políticas de longo prazo. “Precisamos não fazer políticas conjunturais que são políticas de momento. Claro, que em algumas situações elas são necessárias. Aqui nesse projeto temos o programa de fortalecimento das agroindústrias e temos estrategicamente posicionado o setor agro como sendo a alavanca do desenvolvimento do Estado. A segunda grande parte é o plano de desenvolvimento da indústria e o terceiro é indústria de base sustentável de energias renováveis. São três grandes planos que a partir deles estabeleceremos políticas de desenvolvimento”, explica ainda o secretário.

 

A presidente da FIER, Izabel Itikawa analisou o trabalho da Federação dentro da construção do Roraima 2030, além da parceria realizada na construção de novos caminhos para a indústria roraimense. “A indústria é uma das bases de desenvolvimento do nosso Estado e trazer uma discussão como essa para dentro da Assembleia, com certeza, é um fortalecimento para o setor. Aqui encontramos subsídios e ideias que irão fomentar e ampliar a nossa produção. Estamos sempre atualizando nossa linguagem técnica e estratégica e a FIER se faz presente na defesa do setor empresarial industrial para contribuir na construção de uma política industrial de Estado e não de governo. Com grata satisfação estamos vendo o esforço da classe empresarial industrial representada pela FIER, sendo absorvido pelo Roraima 2030. Este planejamento participativo levou em consideração a expertise da Federação ao ouvir suas bases sindicais e transformar os anseios empresariais em propostas desenvolvimentistas”, afirma a presidente.

 

Dentro da FIER, o Roraima 2030 já havia sido pauta de discussão anteriormente. No dia 09 de setembro, o próprio secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Emerson Baú, apresentou o eixo de desenvolvimento sustentável aos conselheiros do Conselho Temático de Meio Ambiente, Recursos Naturais, Energia e Infraestrutura (CTMAR) da FIER. Na ocasião era a quarta reunião ordinária do conselho no ano de 2021. “A ideia é gerar qualidade de vida tornando Roraima um modelo para região amazônica na conciliação de produção e sustentabilidade. Assim, nosso intuito é gerar segurança jurídica para todos criando um ambiente de negócios favorável por meio de cadeias produtivas definidas de forma estratégica”, afirmou na época em sua apresentação o secretário.

 

ASCOM SISTEMA FIER

(95) 98126-0008

(95) 4009-1874

E-mail: ascom@sesirr.org.br